domingo, 14 de setembro de 2014

Mais uma semana com A Batalha de Solferino




O filme francês A Batalha de Solferino, dirigido pela estreante Justine Triet, permanece em exibição até 21 de setembro na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar).


A BATALHA DE SOLFERINO  


Eleito pela importante revista francesa Cahiers du Cinéma um dos dez melhores filmes de 2013, A Batalha de Solferino é o primeiro longa-metragem de ficção da jovem diretora Justine Triet. Maio de 2012. A França está prestes a eleger um novo presidente. Letitia, uma repórter de um canal de notícias, junta-se à multidão que cerca o quartel-general da campanha de François Hollande para cobrir o evento. Enquanto isso, seu ex-marido Vincent reaparece e exige ver suas filhas pequenas, dando início a uma batalha que vai atingir todos ao redor: duas crianças superagitadas, uma babá desesperada, um novo namorado carente, um advogado resmungão e diversos cidadãos franceses prontos para celebrar o resultado da eleição. A Batalha de Solferino teve sua première na Mostra ACID do Festival de Cannes 2013.Em parceria com a Embaixada da França, a Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e o Institut Français, A Batalha de Solferino será exibido em blu-ray.  

A BATALHA DE SOLFERINO
La Bataille de Solférino
(França, 2013, 94 minutos)
De Justine Triet.
Com Laetitia Dosch, Vincent Macaigne, Arthur Harari, Virgil Vernier



GRADE DE HORÁRIOS
16 a 21 de setembro de 2014

16 de setembro (terça-feira)
15:00 – Sessão Fechada
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica
20:30 – Sessão Plataforma (Manakamana, de  Stephanie Spray e Pacho Velez)

17 de setembro (quarta-feira)
15:00 – Sessão Fechada
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

18 de setembro (quinta-feira)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

19 de setembro (sexta-feira)
15:00 – Sessão Fechada
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

20 de setembro (sábado)
15:00 – A Batalha de Solferino
17:00 – Hélio Oiticica
19:00 – Sessão Plataforma reprise

21 de setembro (domingo)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica




Hélio Oiticica segue em cartaz




O documentário Hélio Oiticica, dirigido por César Oiticica Filho, segue em cartaz até 21 de setembro na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar).


Hélio Oiticica e Júlio Bressane falam da ideia de fazer um filme de tapes históricos, ou como disse Haroldo de Campos, Heliotapes: fitas K7 em que Hélio dialoga  e envia proposições a amigos pessoais como Wally Salomão, Carlos Vergara, Antônio Dias, entre outros. O documentário junta tais tapes históricos a filmes do próprio Hélio e de outros que o filmaram com suas   obras, criando esse delírio ambulatório no qual o próprio artista nos conta sua vida num caleidoscópio da cultura dos anos 1960 e 1970 e que nos permite, finalmente, sermos apresentados a Hélio Oiticica por ele mesmo. Fugindo da narrativa tradicional, o filme aborda diversos aspectos da trajetória do artista, como suas aspirações anarquistas, sua temporada em Nova York e seu contato com as drogas.Hélio Oiticica recebeu os prêmios Caligari e da crítica no Festival de Berlim em 2012 e o de melhor documentário no Festival do Rio do mesmo ano. Exibição digital em alta definição.

HÉLIO OITICICA
 (Brasil, 2012, 94 minutos)
Direção: César Oiticica Filho
Pesquisa de imagens: Antonio Venancio
Produção: Guerrilha Filmes



GRADE DE HORÁRIOS
16 a 21 de setembro de 2014

16 de setembro (terça-feira)
15:00 – Sessão Fechada
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica
20:30 – Sessão Plataforma (Manakamana, de  Stephanie Spray e Pacho Velez)

17 de setembro (quarta-feira)
15:00 – Sessão Fechada
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

18 de setembro (quinta-feira)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

19 de setembro (sexta-feira)
15:00 – Sessão Fechada
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

20 de setembro (sábado)
15:00 – A Batalha de Solferino
17:00 – Hélio Oiticica
19:00 – Sessão Plataforma reprise

21 de setembro (domingo)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Sessão Plataforma exibe vencedor do Leopardo de Ouro


Nesta terça-feira, 16 de setembro, às 20h30, a Sessão Plataforma em sua décima segunda edição na  Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) exibe MANAKAMANA, de Stephanie Spray e Pacho Velez, filme vencedor do Leopardo de Ouro no Festival de Locarno em 2013, na competição Cineastas do Presente, mostra dedicada a realizadores em início de carreira.  

O filme instala-se no tradicional trajeto de um teleférico nos cumes do Nepal, onde peregrinos realizam uma jornada em culto ao templo de Manakamana. Usando uma câmera 16mm, Spray e Velez criam onze planos sequências, cada um com tempo de duração de um rolo de negativo que descobrem ser exatamente o mesmo do deslocamento do teleférico até o topo da montanha. MANAKAMANA é misterioso e surpreendente em seus efeitos ao brincar com o espaço e tempo, transitando na área cinza entre documentário, ficção e etnografia.

SERVIÇO: 

Terça feira, 16 de setembro, 20h30
Reprise única - sábado, 20 de setembro, 19h

MANAKAMANA, dir: Stephanie Spray e Pacho Velez, 118min, NEP/EUA, 2013.

Principais exibições anteriores:
- Locarno Film Festival 2013 (Prêmio Leopardo de Ouro - Cineastas do Presente)
- Toronto IFF 2013
- New York IFF 2013
- Edinburgh IFF 2014

Sessão Plataforma
Realização: Tokyo Filmes, Livre Associação Produções, Coordenação de Cinema e Vídeo da Secretaria de Cultura de Porto Alegre.
Apoio: Cervejaria Seasons

Ingresso: R$ 03,00
Projeção: Bluray com legendas em português

Sessão Plataforma é uma sessão de cinema, realizada mensalmente desde agosto de 2013 na cidade de Porto Alegre (RS), que exibe filmes recentes, de qualquer nacionalidade, duração e bitola, sem distribuição comercial no Brasil.


GRADE DE HORÁRIOS 
16 a 21 de setembro de 2014

16 de setembro (terça-feira)
15:00 – Sessão Fechada
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica
20:30 – Sessão Plataforma (Manakamana, de  Stephanie Spray e Pacho Velez)

17 de setembro (quarta-feira)
15:00 – Sessão Fechada
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

18 de setembro (quinta-feira)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

19 de setembro (sexta-feira)
15:00 – Sessão Fechada
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

20 de setembro (sábado)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Sessão Plataforma reprise

21 de setembro (domingo)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino

19:00 – Hélio Oiticica

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Vampiros de Abel Ferrara na Sessão Aurora




Neste sábado, 13 de setembro, às 19h, a Sessão Aurora exibe na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) O Vício (The Addiction, 1995), do norte-americano Abel Ferrara, que neste mês estreia seu mais recente filme, Bem Vindo a Nova York. A sessão tem entrada franca e projeção digital. Após o filme acontece debate com os editores do Zinematógrafo.

A premissa é simples: uma acadêmica se transforma em vampiro, após ser mordida, e busca se adaptar a nova vida enquanto produz sua tese de doutorado, refletindo sobre sua nova condição e, através dela, compreendendo questões que antes não era capaz. Uma atmosfera desesperadora (ou, talvez, desoladora?) e o submundo como cenário criam a atmosfera ímpar do filme


Realizado no ponto mais popular da carreira de Ferrara, os anos 1990, O Vício é um de seus filmes mais desconhecidos e pequenos. Trata-se de um filme de vampiros, visto, entretanto, da forma que o cineasta costuma abordar seus temas: indo muito além do gênero e misturando-o com a tragédia, a moral, o mal, o vício, as drogas; questões tão caras às reflexões do diretor em sua obra.




SESSÃO AURORA
O VÍCIO
13/09
19h
(THE ADDICTION)
Estados Unidos, 1995, 82 minutos, p/b
Direção: Abel Ferrara
Elenco: Lili Taylor, Christopher Walken, Annabella Sciorra, Edie Falco.





sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Hélio Oiticica em cartaz!



A partir de terça-feira, 9 de setembro, a Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) exibe o premiado documentário Hélio Oiticica, dirigido por César Oiticica Filho, que aborda diversos aspectos da trajetória do artista a partir de gravações de som realizadas nos anos 1970. 


SINOPSE:
Hélio Oiticica e Júlio Bressane falam da ideia de fazer um filme de tapes históricos, ou como disse  Haroldo de Campos, Heliotapes: fitas K7 em que Hélio dialoga  e envia proposições a amigos pessoais como Wally Salomão, Carlos Vergara, Antônio Dias, entre outros. O documentário junta tais tapes históricos a filmes do próprio Hélio e de outros que o filmaram com suas   obras, criando esse delírio ambulatório no qual o próprio artista nos conta sua vida num caleidoscópio da cultura dos anos 1960 e 1970 e que nos permite, finalmente, sermos apresentados a Hélio Oiticica por ele mesmo. Fugindo da narrativa tradicional, o filme aborda diversos aspectos da trajetória do artista, como suas aspirações anarquistas, sua temporada em Nova York e seu contato com as drogas. Hélio Oiticica recebeu os prêmios Caligari e da crítica no Festival de Berlim em 2012 e o de melhor documentário no Festival do Rio do mesmo ano. Exibição digital em alta definição.

HÉLIO OITICICA
 (Brasil, 2012, 94 minutos)
Direção: César Oiticica Filho
Pesquisa de imagens: Antonio Venancio

Produção: Guerrilha Filmes



GRADE DE PROGRAMAÇÃO
9 a 14 de setembro de 2014

9 de setembro (terça)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

10 de setembro (quarta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica


11 de setembro (quinta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica


12 de setembro (sexta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica


13 de setembro (sábado)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Sessão Aurora (O Vício, de Abel Ferrara)


14 de setembro (domingo)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

A Batalha de Solferino em exibição



A partir de terça-feira, 9 de setembro, a Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) exibe A Batalha de Solferino, de Justine Triet, eleito pela revista francesa Cahiers du Cinéma um dos dez melhores filmes de 2013. Com projeção em blu-ray, a exibição é uma parceria com a Embaixada da França, a Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e o Institut Français.


Maio de 2012. A França está prestes a eleger um novo presidente. Letitia, uma repórter de um canal de notícias, junta-se à multidão que cerca o quartel-general da campanha de François Hollande para cobrir o evento. Enquanto isso, seu ex-marido Vincent reaparece e exige ver suas filhas pequenas, dando início a uma batalha que vai atingir todos ao redor: duas crianças superagitadas, uma babá desesperada, um novo namorado carente, um advogado resmungão e diversos cidadãos franceses prontos para celebrar o resultado da eleição. Primeiro longa-metragem de ficção da jovem diretora Justine Triet, A Batalha de Solferino teve sua première na Mostra ACID do Festival de Cannes 2013.






A BATALHA DE SOLFERINO
La Bataille de Solférino
(França, 2013, 94 minutos)
De Justine Triet

Com Laetitia Dosch, Vincent Macaigne, Arthur Harari, Virgil Vernier
Exibição em blu-ray











GRADE DE PROGRAMAÇÃO
9 a 14 de setembro de 2014

9 de setembro (terça)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

10 de setembro (quarta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica
  
11 de setembro (quinta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica
  
12 de setembro (sexta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica
  
13 de setembro (sábado)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Sessão Aurora (O Vício, de Abel Ferrara)
  
14 de setembro (domingo)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica





terça-feira, 2 de setembro de 2014

Fim de semana com A Linha Imaginária



Neste fim de semana, acontecem na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro duas sessões do filme A Linha Imaginária, produção da Moviola Filmes, dirigido por Cíntia Langie e Rafael Andreazza. No sábado, 6 de setembro, a exibição é às 20h. No domingo, 7 de setembro, a sessão acontece às 19h.


A Linha Imaginária


Sinopse
Dois países, dois idiomas, duas culturas. Uma fronteira que ao invés de separar, une. A Linha Imaginária retrata o universo singular das cidades da fronteira Brasil-Uruguai, a partir de histórias de quem vive, pensa, canta ou conta a perplexidade deste território onde se encontram dois países. 

Realização: Moviola Filmes
Duração: 26’24’’
Ano: 2014
Local: Pelotas/RS
CPB: 14021432
Formato: Full HD Cor Som Stereo


 Ficha técnica
DIREÇÃO Cíntia Langie e Rafael Andreazza
ROTEIRO Rafael Andreazza
PRODUÇÃO Bianca Dornelles e Cíntia Langie
PRODUÇÃO EXECUTIVA Rafael Andreazza
DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA Alberto Alda
CÂMERA Felipe Campal e Felipe Freitas
SOM DIRETO Chico Maximila e Lauro Maia
DIREÇÃO MUSICAL Eduardo Varela
MONTAGEM Cíntia Langie
FINALIZAÇÃO Thiago Rodeghiero
PÓS-PRODUÇÃO E MIXAGEM DE ÁUDIO Lauro Maia - A Vapor Estúdio
DESIGN GRÁFICO Paula Langie – Néktar Design

Músicas:
Dois Caminhos - Aluísio Rockembach
Lugar Incomum - Aluísio Rockembach
Candombeiros - Maykell Paiva,

Mi Less - Davi Mesquita, Dione Silveira e Fernando Farias

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Última semana para ver os primeiros filmes de Leos Carax





Boy Meets Girl e Sangue Ruim, os dois primeiros filmes do diretor francês Leos Carax, permanecem em cartaz na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro até o dia 7 de setembro.


Boy Meets Girl

Um jovem aspirante a cineasta é deixado pela namorada, que o troca por seu melhor amigo. Em crise, ele não consegue desenvolver os seus projetos e, para piorar, terá de se alistar no exército dentro de três dias. Sem perspectiva, ele passa seus últimos momentos de liberdade vagando por lugares obscuros de Paris. Vencedor do Prêmio da Juventude no Festival de Cannes.

Sangue Ruim

Num futuro próximo, surge um vírus mortal, que dizima pessoas que fazem sexo sem amor. Enquanto isso, um homem desesperado e cheio de dívidas, se arrisca num plano para roubar o antídoto num prédio do governo, contando com a ajuda de um rapaz dividido entre duas mulheres: sua namorada adolescente e a amante do próprio líder da ação. Prêmio Louis Delluc e Prêmio Alfred Bauer no Festival de Berlim.


BOY MEETS GIRL
Pais: França / Ano: 1984
Diretor: Leos Carax / Duração: 100 min.
Elenco: Denis Lavant, Mireille Perrier, Carroll Brooks e Elie Poicard
Exibição em blu-ray

SANGUE RUIM
(MAUVAIS SANG)
Pais: França / Ano: 1986
Diretor: Leos Carax / Duração: 116 min.
Elenco: Denis Lavant, Juliette Binoche, Michel Piccoli e Julie Delpy.
Exibição em blu-ray

Distribuição: Pandora Filmes


GRADE DE PROGRAMAÇÃO
2 a 7 de setembro de 2014


2 de setembro (terça)
15:00 – Boy Meets Girl
17:00 – Sangue Ruim
19:00 – Boy Meets Girl

3 de setembro (quarta)
15:00 – Sangue Ruim
17:00 – Boy Meets Girl
19:00 – Sangue Ruim

4 de setembro (quinta)
15:00 – Boy Meets Girl
17:00 – Sangue Ruim
19:00 – Coquetel + exibição especial do documentário Fora do Figurino

5 de setembro
15:00 – Sangue Ruim
17:00 – Boy Meets Girl
19:00 – Sangue Ruim

6 de setembro
15:00 – Boy Meets Girl
17:00 – Sangue Ruim
20:00 – Exibição do curta A Linha Imaginária, de Cíntia Lange

7 de setembro
15:00 – Sangue Ruim
17:00 – Boy Meets Girl
19:00 – Exibição do curta A Linha Imaginária, de Cíntia Lange

Exibição especial do documentário Fora do Figurino




Nesta quinta-feira, 4 de setembro, às 20h, acontece na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) uma exibição especial do documentário Fora do FigurinoAs Medidas do Jeitinho Brasileiro, de Paulo Pélico, com debate e coffee break.  
O evento para exibição do documentário “Fora de Figurino – As Medidas do Jeitinho Brasileiro” é uma parceria entre CoutureLab Escola de Moda e SEBRAE-RS, realizado com o intuito de trazer à tona questionamentos essenciais para a melhoria do mercado de moda gaúcho como um todo.
A programação do evento inclui coffee break a partir das 19h, oferecido pela equipe SEBRAE-RS. A exibição do filme terá início às 20h. Após seu encerramento, por volta das 21h, acontecerá uma mesa redonda com participação do convidado especial José Gayegos, propiciando o debate a respeito das questões suscitadas pelo documentário. José Gayegos é estilista, modelista, historiador e jornalista de moda, famoso por sua parceria e amizade com o grande estilista Dener.
JEITINHO BRASILEIRO
Frequentemente associado à nossa criatividade e capacidade de adaptação, o chamado jeitinho brasileiro, às vezes, parece nos distinguir como povo e fortalecer o orgulho nacional. Porém, esse mesmo traço da identidade brasileira é repetidamente apontado, por nós mesmos, como causa importante de velhos problemas do país que nos faria adiar soluções e perenizar dificuldades.
É nessa última perspectiva que o jeitinho brasileiro é examinado nesse documentário. Evitando a abordagem meramente conceitual, o filme aponta a câmera para casos reais nos quais o Brasil frente a desafios preferiu a aparente facilidade da improvisação, o que acarretou consequências onerosas para a sociedade.
O ponto de partida do documentário é a questão do levantamento antropométrico, estudo científico realizado periodicamente nos países desenvolvidos para manter atualizado um banco de dados sobre as medidas corpóreas da sua população, referências indispensáveis na indústria para fabricação de produtos.
DIRETOR
Paulo Pélico é dramaturgo, produtor de teatro, cinema e vice-presidente da APTI (Associação de Produtores de Teatro Independente. Coproduziu os espetáculos Cocoricó Uma Aventura no Teatro (2008); Liberdade, Liberdade (2005); O Quebra Nozes (2001) e Honra (1999 a 2001), além de Viva o Demiurgo - Notícias de Um Artista do Terceiro Mundo, texto de sua autoria com direção de Bibi Ferreira. Ministrou cursos e palestras sobre legislação cultural e financiamento da produção artística na PUC, FAAP, SESC e BOVESPA. Foi produtor associado do longa-metragem Sábado (1995), de Ugo Giorgetti, e, atualmente, desenvolve os documentários CLASSE EMERGENTE, sobre o fenômeno da expansão da classe média no Brasil, e DEVOÇÃO, que trata da surpreendente relação dos jovens guatemaltecos com fé religiosa. Fora do Figurino é seu primeiro longa-metragem como diretor.
SINOPSE
O filme mostra que nunca houve um levantamento antropométrico capaz de apontar as medidas brasileiras médias, ao contrário de países desenvolvidos. Diversos segmentos da indústria brasileira não têm outra opção senão empregar tabelas estrangeiras de medidas e apresentam dificuldades de adaptação com enormes prejuízos econômicos, problemas de saúde pública e mesmo de competitividade econômica para o país. As numerosas e frustradas tentativas de se resolver a questão na base do improviso levaram a resultados que ficaram entre o cômico e o constrangedor.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Boy Meets Girl e Sangue Ruim seguem em cartaz



As cópias remasterizadas de Boy Meets Girl e Sangue Ruim, os dois primeiros filmes do francês Leos Carax, seguem em cartaz na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) até 31 de agosto.  


Boy Meets Girl

Um jovem aspirante a cineasta é deixado pela namorada, que o troca por seu melhor amigo. Em crise, ele não consegue desenvolver os seus projetos e, para piorar, terá de se alistar no exército dentro de três dias. Sem perspectiva, ele passa seus últimos momentos de liberdade vagando por lugares obscuros de Paris. Vencedor do Prêmio da Juventude no Festival de Cannes.

Sangue Ruim

Num futuro próximo, surge um vírus mortal, que dizima pessoas que fazem sexo sem amor. Enquanto isso, um homem desesperado e cheio de dívidas, se arrisca num plano para roubar o antídoto num prédio do governo, contando com a ajuda de um rapaz dividido entre duas mulheres: sua namorada adolescente e a amante do próprio líder da ação. Prêmio Louis Delluc e Prêmio Alfred Bauer no Festival de Berlim.


BOY MEETS GIRL
Pais: França / Ano: 1984
Diretor: Leos Carax / Duração: 100 min.
Elenco: Denis Lavant, Mireille Perrier, Carroll Brooks e Elie Poicard
Exibição em blu-ray

SANGUE RUIM
(MAUVAIS SANG)
Pais: França / Ano: 1986
Diretor: Leos Carax / Duração: 116 min.
Elenco: Denis Lavant, Juliette Binoche, Michel Piccoli e Julie Delpy.
Exibição em blu-ray

Distribuição: Pandora Filmes


GRADE DE HORÁRIOS
26 a 31 de agosto de 2014


26 de agosto (terça)
15:00 – Boy Meets Girl
17:00 – Sangue Ruim
20:30 – Sessão Plataforma (Quando Eu Era Sombrio)

27 de agosto (quarta)
15:00 – Sangue Ruim
17:00 – Boy Meets Girl
19:00 – Sangue Ruim

28 de agosto (quinta)
15:00 – Boy Meets Girl
17:00 – Sangue Ruim
19:00 – Boy Meets Girl

29 de agosto (sexta)
15:00 – Sangue Ruim
17:00 – Boy Meets Girl
19:00 – Sangue Ruim

30 de agosto (sábado)
15:00 – Sangue Ruim
17:00 – Boy Meets Girl
19:00 – Sessão Plataforma (Quando Eu Era Sombrio)

31 de agosto (domingo)
15:00 – Boy Meets Girl
17:00 – Sangue Ruim

19:00 – Boy Meets Girl